Luís Filipe Vieira recorreu da decisão do tribunal

| 1.ª Liga

Incidentes remontam à partida frente ao Vitória de Setúbal no Estádio da Luz
|

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, recorreu da decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), que confirmou o castigo aplicado pelo conselho de disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), anunciaram os 'encarnados' no seu sítio oficial.

"A apresentação deste recurso junto do Tribunal Central Administrativo Sul, que tem desde logo a virtualidade de suspender a sanção aplicada, visa a reposição de uma situação de exercício pleno de direitos e a reparação de uma situação injusta e que tem vindo a penalizar de forma reconhecidamente singular no panorama do futebol nacional o presidente do Sport Lisboa e Benfica”, pode ler-se na nota.

O caso remonta ao final do encontro da segunda jornada da I Liga de futebol, a 21 de agosto de 2016, que o Benfica empatou 1-1 em casa com o Vitória de Setúbal, e teve origem em palavras proferidas por Luís Filipe Vieira e dirigidas a João Ferreira, membro do conselho de arbitragem da FPF.

Em novembro, o Conselho de Disciplina da FPF puniu o líder do Benfica com 60 dias, por "lesão da honra e da reputação" contra "os membros dos órgãos da estrutura desportiva, elementos da equipa de arbitragem, dirigentes, jogadores, demais agentes desportivos ou espetadores".

Desde então, Luís Filipe Vieira tem recorrido para as várias instâncias, tendo, a 07 de março último, visto o TAD confirmar o castigo, pelo que foi tomada a decisão de recorrer para o Tribunal Central Administrativo Sul.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.