Pedro Emanuel aponta ao 11.º lugar para o Estoril-Praia

| 1.ª Liga

O treinador do Estoril-Praia, Pedro Emanuel, manifestou hoje a esperança em conseguir levar os estorilistas ao 11.º lugar na I Liga de futebol, depois de uma época em que sofreu quase até ao fim para garantir a permanência.


Na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Arouca, no domingo, para a 34.ª e última jornada do campeonato, o técnico português, que oficializou esta semana a sua renovação com o clube da 'linha' por uma temporada (mais uma de opção), manifestou o desejo de "acabar a época em grande" e melhorar o atual 13.º posto.

"O nosso sentimento é o de encararmos este último jogo para podermos dizer que acabamos a época em grande. Nos últimos nove jogos somámos 15 pontos e amanhã podemos fazer 10 jogos com 18 pontos, que é um objetivo fantástico para aquilo que seria o término de uma época que foi bastante atribulada", frisou.

Pedro Emanuel não hesitou em realçar o "trabalho e sacrifício" do grupo de trabalho, mas lembrou que a melhor classificação possível não depende só da sua equipa, já que o Arouca vem ao Estádio António Coimbra da Mota para pontuar e assim garantir a manutenção.

"Tratando-se de um grupo ambicioso, olhamos para o 11.º lugar como uma conjugação de fatores que não depende só de nós", disse.

Depois de ver confirmada a sua continuidade no clube, o treinador do Estoril-Praia abordou o futuro do plantel, mas evitou alongar-se em comentários, antecipando apenas a construção de um plantel competitivo.

"Esse é um ponto que eu acho que é importante abordarmos a partir de segunda-feira. Como é lógico temos jogadores que estão emprestados e que vão regressar, outros que poderemos exercer opções para ficarmos com eles e outros que, naturalmente, irão ser negociados. O que pretendemos para a próxima época e para aquilo que é o delinear do nosso plantel será um plantel equilibrado", explicou.

Pedro Emanuel foi, porém, mais longe e vincou a vontade de voltar a elevar o Estoril a padrões mais altos no campeonato: "Com possibilidades de ter várias opções e termos jogadores que saibam que vêm para um clube que é ambicioso e que quer continuar a crescer. E o crescer é tentar fazer melhor do que iremos fazer esta época."

Diogo Amado, Joel Ferreira, Thiago Cardoso e Nuno Lopes não têm treinado com a equipa devido a estarem a recuperar de lesões, podendo falhar o último jogo do campeonato frente ao Arouca.

O desafio entre o Estoril-Praia e o Arouca, a contar para a 34.ª jornada da I Liga, está agendado para as 18:00 de domingo, no Estádio António Coimbra da Mota, e será arbitrado por Jorge Sousa (Associação de Futebol do Porto).

A informação mais vista

+ Em Foco

Houve aldeias ceifadas e vidas destruídas. O medo viveu ao lado de histórias de heroísmo. Contamos as estórias que agora preenchem dezenas de aldeias esquecidas, muitas pintadas a cinza.

    O incêndio de Pedrógão Grande provocou a morte de 64 pessoas e deixou mais de 200 pessoas feridas. Revisitamos os últimos dias com fotografias e imagens aéreas captadas com recurso a um drone.

      É uma tragédia sem precedentes que vai marcar para sempre o país. O incêndio de Pedrógão Grande fez 64 mortos mais de duas centenas de feridos. Há dezenas de deslocados.

      Por que razão não voltou o Homem ao satélite natural da Terra desde a década de 70 do século XX? Uma das explicações pode estar na poeira que cobre a superfície da Lua.