Pedro Martins quer Vitória de Guimarães a “grande nível” no dérbi com Moreirense

| 1.ª Liga

O treinador Pedro Martins desejou hoje um Vitória de Guimarães a "grande nível", e capaz de mostrar força para os próximos jogos, no dérbi de segunda-feira com o Moreirense, da 15.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O ‘timoneiro’ dos vitorianos, sétimos classificados, com 23 pontos, reiterou a vontade de alcançar a "quarta vitoria fora de casa" e a "quarta vitória consecutiva no campeonato", num jogo "diferente", entre os dois emblemas do concelho de Guimarães, no qual espera um Vitória "vivo" frente ao 18.º e último classificado, com oito pontos.

"É um jogo de três pontos, de grande importância, em que temos de estar a um grande nível. E vamos estar. Estamos vivos. Se alguém pensar que o Vitória não vai estar vivo, vai estar enganado. Vamos estar bem vivos e fortes para as seguintes jornadas", disse, na conferência de antevisão ao jogo marcado para as 19:00, em Moreira de Cónegos.

Apesar dos três triunfos seguidos na I Liga, a deslocação do Vitória ao reduto dos ‘cónegos’ surge depois da goleada sofrida no terreno do FC Porto (4-0), nos oitavos de final da Taça de Portugal, com Pedro Martins a admitir que os seus pupilos não foram "eficientes nas bolas paradas defensivas", depois de ter discutido o jogo até ao 2-0.

O técnico espera, por isso, que os seus jogadores sejam "mais rigorosos" nesse capítulo, até porque vão defrontar uma equipa "muito bem constituída fisicamente", com "jogadores de elevada estatura" e "forte nos duelos", que ainda não perdeu em casa desde que o técnico Sérgio Vieira se estreou em novembro, na receção ao Portimonense (1-1).

"É um jogo com características diferentes, com um adversário diferente. É um adversário, sob o ponto de vista físico, muito forte, num recinto mais curto, que vai exigir duelos, segundas bolas", antecipou.

Em sete dérbis realizados em Moreira de Cónegos para o principal escalão, o Vitória venceu quatro e perdeu apenas um, na época 2014/15 (2-1), mas Pedro Martins recusou que a tradição possa ter algum peso no desfecho do embate com o lanterna-vermelha da I Liga, com apenas um triunfo somado, em setembro, na casa do Estoril-Praia (2-0).

Questionado sobre a prestação de Sturgeon a médio ofensivo nos dois últimos jogos, com Feirense (triunfo vitoriano por 1-0) e com os ‘dragões’, Pedro Martins realçou que o jogador, de 23 anos, sentiu "dificuldades" quando reforçou o plantel, na época passada, mas, com "alguma paciência", tem crescido e mostrado qualidade na posição onde crê que vai render mais dentro do seu processo de jogo.

Com o plantel recentemente afetado por várias lesões, Pedro Martins já vai poder contar com os defesas Marcos Valente e Vigário, mas tem ainda Hurtado em dúvida e Pedro Henrique, à partida, indisponível, tal como os médios Wakaso e Celis, que só regressam à competição em 2018.

O jogo está marcado para as 19:00 de segunda-feira, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

A informação mais vista

+ Em Foco

No mês do Mundial de futebol a RTP faz uma radiografia da vida na Rússia.

    Entrevista a António Mateus para o programa "Olhar o Mundo". Veja aqui.

    Um olhar aos altos e baixos da relação entre o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

      A RTP esteve em 2017 no navio Aquarius, agora acolhido por Espanha com mais de 600 migrantes a bordo. Veja ou reveja a reportagem.