Sporting de Braga recorre para o TAD de jogo à porta fechada

| 1.ª Liga

Sporting de Braga não aceita decisão de ter de disputar um jogo à porta fechada
|

O Sporting de Braga vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) da decisão do pleno do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, que hoje ratificou a punição de um jogo à porta fechada.

Em comunicado no seu site oficial, a SAD minhota lamenta que o órgão da Federação tenha feito "tábua rasa dos argumentos aduzidos" pelo Sporting de Braga na sua defesa, "passando por isso ao lado da lei e dos princípios que norteiam o direito sancionatório em qualquer Estado de direito democrático".

"Por manter o entendimento de que o castigo imposto é desproporcional aos atos relatados, apresentará recurso junto do Tribunal Arbitral do Desporto, requerendo efeitos suspensivos", pode ler-se na nota.

Em causa, estão "ocorrências" durante o jogo que opôs os bracarenses ao Sporting, em 31 de março, na 28.ª jornada da I Liga da época passada (triunfo do Braga por 1-0).

Essas "ocorrências", no entendimento da Formação Colegial Restrita do CD, "atrasaram o reatar do encontro", estando em causa "um hiato de 18 segundos", dizem os minhotos.

Tópicos:

Arbitral, Colegial Restrita, Sporting,

Pesquise por: Arbitral, Colegial Restrita, Sporting,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    O desaparecimento do jornalista saudita fragiliza a relação dos EUA com uma ditadura que lhe tem sido útil a combater o Irão e a manter os preços do petróleo.

      Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

        Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.