Quercus alerta para "impactes ambientais negativos e elevados" da Barragem do Pisão

| Ambiente

A associação ambientalista Quercus alertou hoje para os "impactes ambientais negativos e elevados" da construção da Barragem do Pisão, na localidade do mesmo nome situada no concelho de Crato, no distrito de Portalegre.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a organização ambientalista frisou que "não pode deixar de alertar, desde já, com base no conhecimento e trabalho que tem na área abrangida, para os impactes ambientais negativos e elevados que a construção" da barragem "provavelmente terá".

A associação "adverte" ainda o Governo de que "deverá olhar para os maus exemplos que outros grandes investimentos deste género se revelaram em diversos outros locais do país".

A organização ambientalista "exige que seja realizada uma avaliação de impacte ambiental séria, exigente e credível que possa efetivamente dar a conhecer em detalhe aos cidadãos e aos organismos públicos e privados a verdadeira magnitude do impacte do projeto".

"A Quercus não pode deixar de advertir, mais uma vez, nesta altura, para os impactes ambientais negativos que o alastramento descontrolado das culturas superintensivas de regadio tem vindo a provocar em todo o Alentejo", pode ler-se no comunicado.

Segundo os ambientalistas, culturas superintensivas essas que, "provavelmente, aumentarão caso a Barragem do Pisão seja construída".

A Quercus garantiu ainda que "vai continuar a acompanhar atentamente todo o processo relacionado com este investimento".

O Governo anunciou hoje ter aprovado o relatório do grupo de trabalho que avaliou a viabilidade técnico-financeira do projeto hidráulico de fins múltiplos da Barragem do Pisão, no Crato, cuja construção é reivindicada por diversos setores.

"O Governo aprovou o relatório do grupo de trabalho, que avaliou a viabilidade técnico-financeira do empreendimento de aproveitamento hidráulico de fins múltiplos do Crato, vulgo Barragem do Pisão, que concluiu `pela sustentabilidade técnica e viabilidade financeira do projeto`", refere um comunicado enviado hoje à Lusa pelo gabinete do ministro Adjunto e da Economia.

Em despacho conjunto hoje publicado em Diário da República, o Governo determinou o início dos trabalhos para a concretização da Barragem do Pisão e que envolvem, no imediato, a elaboração de estudos e projetos, avaliação de impacte ambiental e a compatibilização necessária com instrumentos de gestão territorial.

Tópicos:

Barragem Pisão, Crato Barragem,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

De A a Z. Uma infografia para conhecer como funciona o Parlamento.

    Os portugueses escolheram os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.