`Verdes` reclamam que "voto ecologista é na CDU" e apresentam 12 linhas programáticas

| Ambiente

O partido `Os Verdes` reclamou hoje para si o verdadeiro "voto ecologista" nas eleições legislativas de outubro, ao apresentar 12 linhas programáticas, encabeçadas pelo combate às alterações climáticas e a melhoria dos transportes públicos.

"O voto ecologista é na CDU", lê-se no documento, do PEV, que concorre ao ato eleitoral mais uma vez integrado na Coligação Democrática Unitária, juntamente com o PCP, a Associação Intervenção Democrática e cidadãos independentes.

Com os compromissos eleitorais hoje apresentados, `Os Verdes` assumem a prioridade à proteção da natureza e da biodiversidade, o reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e de todos os serviços públicos, sem esquecer a promoção e o desenvolvimento do interior do país e do mundo rural", bem como "a luta por mais e melhores transportes públicos, por uma pesca e agricultura sustentáveis".

"Agir pelo clima, melhorar os transportes públicos, produzir e consumir local, defender a escola pública, reforçar o SNS e promover a habitação para todos" são as primeiras linhas programáticas defendidas pelo PEV.

Os ecologistas preconizam também a promoção do "desenvolvimento do interior do país, travar a perda de biodiversidade e diversificar a floresta".

"Reduzir o uso de plásticos, lutar por direitos iguais" e "promover a paz" são os restantes compromissos do lote de uma dúzia anunciados por `Os Verdes`.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.