Álvaro Almeida afirma que Rui Moreira fez pouco pelo Porto

| Autárquicas 2017
Álvaro Almeida afirma que Rui Moreira fez pouco pelo Porto

A ver: Álvaro Almeida afirma que Rui Moreira fez pouco pelo Porto

Álvaro Almeida, candidato do PSD/PPM, afirma que o atual executivo da Câmara do Porto tem feito pouco pela cidade e que as mudanças positivas foram graças à iniciativa privada.

"Candidato-me para ser presidente da Câmara, porque entendo que é preciso mudar o corpo executivo da câmara, porque esta câmara tem feito muito pouco de relevante pelos portuenses", afirmou Álvaro Almeida.

"Candidato-me porque o Porto mudou nos últimos quatro anos, mas foi graças à iniciativa privada, ao desenvolvimento do turismo, que não depende desta ação da câmara. Se dependeu da ação da câmara, foi da câmara anterior, do PSD com o Dr. Rui Rio", acrescentou.

O candidato do PSD/PPM recorda "os mais distraídos que o Porto já era o melhor destino europeu em 2012, antes deste executivo tomar posse".

"O que nós queremos é garantir que o Porto tem uma câmara capaz de resolver os problemas dos portuenses. Eu candidato-me a presidente da Câmara porque nós temos uma equipa que do ponto de vista executivo é a mais eficaz", afirmou Álvaro Almeida.

"Se os portuenses entenderem que o PSD e o PPM não tem uma maioria absoluta, ou nem sequer venceram as eleições, naturalmente que em democracia tanto serve os portuenses no executivo como na oposição. E eu servirei os portuenses na oposição", rematou.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na Grande Entrevista da RTP, o ministro João Matos Fernandes lamentou que os problemas ambientais sejam muitas vezes menorizados.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.