Catarina Martins quer que BE reconquiste Câmara de Salvaterra de Magos

| Autárquicas 2017

A coordenadora do BE, Catarina Martins, traçou hoje o objetivo eleitoral de reconquistar a Câmara de Salvaterra de Magos, autarquia que o partido perdeu em 2013 e à qual volta a apresentar a antiga presidente Ana Cristina Ribeiro.

Foi num almoço com casa cheia em Salvaterra de Magos, distrito de Santarém - onde estiveram hoje cerca de 500 pessoas - que Catarina Martins fixou a fasquia para o concelho perdido nas eleições autárquicas de 2013, o único no país que até então era liderado pelos bloquistas.

"Mudar com o BE, mudar com a Anita, ganhar a Câmara de Salvaterra de Magos e construir aqui o futuro que esta comunidade merece", pediu.

A independente Ana Cristina Ribeiro - conhecida como Anita - volta a encabeçar a lista do BE à Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, que dirigiu até 2013, quando atingiu o número máximo de mandatos e enfrentando uma acusação judicial, que foi arquivada.

"Conhecem a Anita e o extraordinário trabalho que fez em Salvaterra. Quatro anos de PS foi uma ausência de resposta e é isso que é preciso mudar", justificou.

Tópicos:

Cristina, Câa Salvaterra Ms, Salvaterra Ms,

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    Veja ou reveja aqui os debates na RTP com os candidatos às presidências das câmaras municipais das 18 capitais de distrito de Portugal Continental. A série é transmitida até 14 de setembro.

      Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A Antena 1 fixa o país em duas dezenas de retratos no caminho para as eleições autárquicas.

        A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.