Benfica quer entrar com "foco total" e a ganhar na Taça, diz Rui Vitória

| Benfica

|

O treinador do Benfica afirmou hoje que os `encarnados` querem entrar a ganhar na Taça de Portugal em futebol, competição que venceram por 26 vezes, encarando com "foco total" a partida de sábado com o Olhanense.

"Temos que ser uma equipa forte porque estas equipas têm qualidade e podem-nos causar problemas. Amanhã (sábado), é foco total, é recomeçar esta etapa com uma vitória, é o que queremos", disse Rui Vitória, em declarações à Benfica TV.

Na ocasião, Rui Vitória advertiu que o Olhanense, terceiro classificado da Série E do Campeonato de Portugal, o terceiro escalão do futebol português, será um adversário que "vai querer dificultar a tarefa" ao clube da Luz.

"Sabemos que vamos ter um jogo contra um adversário de um nível diferente do nosso do ponto de vista da competição, mas que tem qualidade e que no Campeonato de Portugal tem feito um bom início de temporada", disse o treinador dos `encarnados`.

De acordo com o técnico dos `encarnados`, o Olhanense "é uma bem organizada e que vai naturalmente querer aproveitar esta oportunidade para mostrar essa qualidade".

O Benfica é o clube que mais vezes conquistou a Taça de Portugal, num total de 26, a última na época passada, após uma final com o Vitória de Guimarães (2-1), seguindo-se o FC Porto e o Sporting, ambos com 16.

O encontro entre o Olhanense e Benfica, da terceira eliminatória da Taça de Portugal, realiza-se no sábado, pelas 19:00, no Estádio Algarve, casa emprestado dos algarvios.

Tópicos:

Olhanense,

Pesquise por: Olhanense,

A informação mais vista

+ Em Foco

O novo líder do PSD promete dialogar com todos os partidos nesta legislatura, mas tem consciência de que dois anos é pouco tempo para apresentar todas as propostas que defende.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Foram sinalizados casos de mutilação genital numa escola da Baixa da Banheira. Uma associação trabalha com turmas. Ainda há rapazes que defendem a "submissão" como "saudável".

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.