Roger Schmidt já está em Lisboa: "Se amamos futebol, amamos o Benfica"

por Mário Aleixo - RTP
Roger Schmidt toma o primeiro contacto com o universo benfiquista RTP

Roger Schmidt chegou a Lisboa na manhã desta terça-feira, 24 de maio, tendo desembarcado no aeroporto Humberto Delgado às 11h30.

À espera do treinador alemão estava um batalhão de jornalistas à procura de registar as primeiras palavras de Schmidt.

O técnico sorridente afirmou disse "bom dia" e a seguir afirmou: "Estou muito feliz por estar aqui hoje e fazer parte do Benfica e trabalhar nesta linda cidade e país. Aprecio muito o facto de as pessoas acreditarem em mim e claro que vou dar o meu melhor para trabalhar arduamente com a minha equipa, os jogadores e jogar bom futebol para sermos bem sucedidos", referiu.

E prosseguiu: "É um dos melhores clubes do Mundo, se amamos futebol, amamos o Benfica. Desde o primeiro momento, as primeiras conversas, esteve sempre na minha mente que poderia ser uma ótima opção fazer parte deste clube e desta família. Estou entusiasmado".

Questionado acerca da I Liga, Schmidt afirmou ter "conhecimento suficiente". "Sei o suficiente. Tenho experiência noutros países. Sei que Portugal é um grande país e estou entusiasmado por aqui estar".

Sobre o interesse das "águias" em Ricardo Horta, o treinador alemão disse não ser o "momento" certo para abordar o mercado. "Acho que tudo tem de acontecer nos bastidores. Precisamos de ajustes no plantel, apesar de haver coisas certas, mas precisamos de preparar a equipa para a próxima época. O momento não é agora", rematou.

O novo treinador das "águias" chegou para assinar contrato e manter reuniões no Estádio da Luz e no Benfica Campus.

Com contrato válido por dois anos, o alemão de 55 anos irá conhecer a fundo as instalações do clube no Estádio da Luz e, sobretudo, no Seixal, casa onde passará a trabalhar a partir de dia 24 de junho.

O dossier como entradas e saídas e a programação da pré-temporada serão alvo da atenção do técnico.

O novo técnico irá reunir com o presidente Rui Costa, o administrador Lourenço Coelho e o diretor desportivo Rui Pedro Braz.

Com muitos milhões investidos em reforços, a SAD vai voltar a reformular o plantel, estando previstas inúmeras saídas, colmatadas com contratações e promoções da equipa B.

A nível organizativo, as mudanças estão em marcha, com a recolocação de vários dos diretores de diversos departamentos com ligação direta com o futebol profissional, como aconteceu já no corpo clínico que deixará de estar entregue a Ricardo Antunes e voltará para as mãos de Lluis Til Pérez.




pub