Chris Froome falha Volta a França após queda no Critério do Dauphiné

| Ciclismo

|

O britânico Chris Froome (INEOS), quatro vezes vencedor da Volta a França em bicicleta, caiu hoje no reconhecimento da quarta etapa do Critério do Dauphiné e vai falhar a 106.ª edição do `Tour`.

"Está num estado sério, é claro que não vai começar a Volta a França (em 06 de julho). (...) Foi contra um muro, é um acidente sério", explicou o líder da equipa, Dave Brailsford, em declarações à France 3.

O ciclista de 34 anos sofreu uma fratura no fémur, avança o L`Équipe, durante o reconhecimento do contrarrelógio da quarta etapa, numa prova em que seguia no oitavo lugar da geral.

Vencedor da Volta a França em 2013, 2015, 2016 e 2017, Froome vai falhar a 106.ª edição, na qual procurava suceder ao colega de equipa e compatriota Geraint Thomas.

`Froomey` tem quatro vitórias e persegue, ainda, o máximo registo no `Tour`, com cinco tronos conseguidos pelos franceses Jacques Anquetil e Bernard Hinault, o belga Eddy Merckx e o espanhol Miguel Indurain.

Entre 2017 e 2018, completou o `tri` de Volta a França, Volta a Espanha e Volta a Itália, tornando-se o primeiro a conseguir o feito de vencer três `grandes Voltas` consecutivas desde Hinault, em 1983.

Tópicos:

Critério Dauphiné Roanne, Hinault, Indurain, Jacques Anquetil,

Pesquise por: Critério Dauphiné Roanne, Hinault, Indurain, Jacques Anquetil,

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Estamos em plena campanha para as Legislativas. Não queremos aqui influenciar o seu voto, mas tratar as dúvidas que nos apareceram a nós e que podem também ser as suas.

      Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.