Gabriel Cullaigh defende amarela na "Alentejana"

| Ciclismo

Gabriel Cullaigh tem a amarela presa por um fio
|

O britânico Gabriel Cullaigh (Team Wiggins) defende a liderança da 36ª edição da Volta ao Alentejo em bicicleta, na segunda e mais longa etapa, que liga Beja a Sines, num total de 205,2 quilómetros.

O jovem britânico, de 21 anos, tornou-se na quarta-feira o primeiro líder da prova, ao impor-se na chegada a Serpa, com o mesmo tempo do francês Justin Jules (WB Aqua Protect Veranclassic) e menos um segundo do que o irlandês Mark Downey (Team Wiggins).

Sem bonificações, quer na chegada quer nas metas volantes, Cullaigh deve preferir que a etapa chegue a Sines com o pelotão compacto, o que lhe deverá permitir manter a camisola amarela.

Com a previsão de condições atmosféricas menos agressivas do que na véspera, os ciclistas vão partir de Beja passando pela única contagem de montanha (quarta categoria) aos 89 quilómetros.

Antes terão duas metas volantes, em Aljustrel (29,5 quilómetros) e Odemira (85,8), com a derradeira a estar instalada em Santiago do Cacém (156).

A meta está instalada em Sines, numa chegada difícil, com uma viragem de 90 graus à esquerda a 100 metros do final.


A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Segundo um relatório da Amnistia Internacional, o número de mulheres vítimas de violência doméstica em Portugal continua elevado.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.