Alan Hollinghurst e Michael Cunningham no festival Literatura em Viagem deste ano

| Cultura

Os escritores Alan Hollinghurst, Michael Cunningham e Frederico Lourenço são alguns dos nomes confirmados na 13.ª edição do festival Literatura em Viagem (LEV), que decorre de 10 a 12 de maio, em Matosinhos, sob o tema "A última viagem".

Segundo o programa, ainda provisório e com alguns nomes por confirmar, incluindo o da conferência inaugural, nesta edição, os convidados e o público vão ser convidados a recordar grandes deslocações, sejam elas reais, imaginárias, metafóricas, ficcionais ou míticas.

Entre os autores que já confirmaram presença no LeV, contam-se ainda nomes como os de Carlos Fiolhais, Fernando Dacosta, Fernando Ribeiro, Fernando Vendrell, Helena Vasconcelos, João Canijo, José Milhazes, Mário Correia e Rui Tavares.

Os convidados vão participar "em entrevistas e conversas com temas que incluem viagens extraordinárias que terminam em Portugal, o desaparecimento de Sacadura Cabral ou as vicissitudes da conquista do espaço".

A conferência inaugural terá lugar no dia 10 de maio, sexta-feira, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Matosinhos, o mesmo dia em que o LeVzinho levará às escolas da cidade as escritoras Inês Botelho e Raquel Patriarca.

No dia seguinte, Tito Couto conduz uma "entrevista de vida" ao britânico Alan Hollinghurst, autor de obras como "A biblioteca da piscina" e "A Linha da Beleza", vencedor do Prémio Man Booker 2004, bem como ao português Frederico Lourenço, Prémio Pessoa 2016, que tem dedicado os últimos tempos à elaboração da maior e mais completa bíblia em português, traduzida diretamente do grego.

O dia 12 conta também com uma entrevista de vida, desta vez por Filipa Melo ao escritor norte-americano Michael Cunningham, autor do romance "As Horas", vencedor do Prémio Pulitzer para ficção em 1999, e que foi adaptado ao cinema em 2002.

O LeV deste ano incluirá ainda uma oficina de tradução, orientada por Nuno Quintas, marcada para a manhã de 11 de maio, na Biblioteca Municipal de Matosinhos, e uma sessão de leituras do cabo-verdiano Silvino Évora, ao final da tarde, no Teatro Constantino Nery.

O festival acolherá igualmente o espetáculo "Na tua ou na minha língua", realizado no âmbito do programa internacional CELA (Connecting Emerging Literary Artists) e que contará com os autores e tradutores Fabio Guidetti, Maud Vanhauwaert, Pedro Viegas, Simone Atangana Bekono e Xénon Cruz.

Integrado no festival, vai decorrer ainda, de 6 a 12 de maio, uma residência dramatúrgica de vários autores de países da lusofonia, com o objetivo de estimular e promover o teatro e a produção dramatúrgica.

Neste projeto vão participar Caplan Neves, Fabio Brandi Torres, Jorge Louraço, Inmaculada Alvear, Cecília Ferreira e Luís Miguel Cruz, estando prevista a visita dos dramaturgos a escolas do concelho, a criação de textos originais e, a 11 de maio, a leitura encenada de uma das peças escritas durante a residência.

Tópicos:

Alan Hollinghurst Michael Cunningham, Caplan Neves Fabio Brandi, Fabio Guidetti Maud Vanhauwaert Viegas Simone Atangana Bekono, Fiolhais, Inês Botelho, LeVzinho, Salão Nobre, Vendrell Vasconcelos Canijo Milhazes,

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi há 50 anos que o Homem partiu para a Lua. De Cabo Canaveral, nos EUA, seguiram três astronautas para colocar os nomes na história da humanidade.

Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.