Catorze consórcios interessados em base de lançamento de microssatélites nos Açores

| Cultura

Os Açores podem acolher uma base para lançamento de microssatélites
|

Há catorze consórcios internacionais com interesse na construção de uma base para lançamento de microssatélites nos Açores a partir de 2021. O projeto foi dado a conhecer na Web Summit, onde foi anunciado que Portugal e a China vão criar em 2019 um laboratório direcionado para a construção de microssatélites e observação dos oceanos. O projeto tem um investimento público-privado de 50 milhões de euros a cinco anos.

O anúncio foi feito pelo Ministro da Ciência e do Ensino Superior quase uma semana depois de ter terminado o prazo para empresas e entidades lançarem propostas no âmbito de um concurso público internacional lançado em setembro, que serviu para sentir o interesse do mercado.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Manuel Heitor, espera ter um consórcio vencedor até maio do próximo ano. Segue-se um período de dois anos de concessão e construção, esperando-se que no verão de 2021 possam ocorrer os primeiros lançamentos.



Manuel Heitor explicou que a instalação e o funcionamento de um porto espacial para lançamento de pequenos satélites, na ilha de Santa Maria, implicará dois investimentos, um privado e outro público. Este último, no valor de seis milhões de euros, serve para melhorar as infraestruturas locais.

Nesta corrida espacial terão de estar envolvidos consórcios com participação de empresas ou centros de investigação portugueses.



Os catorze consórcios internacionais que manifestaram interesse neste primeira fase incluem 11 empresas da união europeia, duas dos EUA e a agência espacial russa.



Todas estas empresas manifestaram interesse em participar no desenvolvimento de um serviço de lançamento de pequenos satélites para o espaço.

O governo garante agora a abertura de um processo negocial com todos os consórcios, para que algumas das propostas sejam fundidas, de modo a garantir o sucesso deste projeto.
Starlab avança
Manuel Heitor anunciou na Web Summit a assinatura de um protocolo entre Portugal e a China para a criação de um laboratório tecnológico direcionado para a construção de microssatélites e observação dos oceanos.


O Starlab vai ter dois polos, em Matosinhos e em Peniche e deverá começar a funcionar em pleno a partir de março de 2019.

Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, explica que esta é mais uma parceria com o objetivo de lançar Portugal neste mercado.


A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes. É um “movimento de capacitação e investimento da mulher”.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.