Classificado como monumento nacional Complexo Arqueológico dos Perdigões no Alentejo

| Cultura

O Governo aprovou hoje em Conselho de Ministros o decreto que classifica como sítio de interesse nacional, com a designação de "monumento nacional", o Complexo Arqueológico dos Perdigões, no concelho de Reguengos de Monsaraz (Évora).

"Foi aprovado o decreto que classifica como sítio de interesse nacional, com a designação de `monumento nacional`, o Complexo Arqueológico dos Perdigões, no Monte dos Perdigões, concelho de Reguengos de Monsaraz", pode ler-se no comunicado da reunião do Conselho de Ministros, realizada hoje.

Segundo o Governo, a classificação deste complexo arqueológico justifica-se devido às "suas dimensões monumentais" e ao seu "bom estado de conservação", assim como "pela excecionalidade dos materiais nele recolhidos, que identificam uma ocupação por um período superior a mil anos".

Por todos estes motivos, sublinhou o Conselho de Ministros, "o complexo dos Perdigões deve ser reconhecido como um conjunto de superior relevância histórica, cultural e científica com elevado potencial de valorização".

O sítio dos Perdigões, localizado numa área pertencente à Herdade do Esporão, é alvo de escavações e estudos arqueológicos há mais de 20 anos.

Em 2017, o arqueólogo Miguel Lago, da Era-Arqueologia, empresa responsável pelas escavações, explicou à agência Lusa que o complexo, há mais cinco mil anos, seria um importante santuário para onde convergiam populações vindas de várias regiões, que aí realizavam rituais ligados à morte, ao culto dos antepassados e ao mundo simbólico.

Com origem no final do Neolítico, há cerca de 5.500 anos, o Povoado dos Perdigões terá durado até ao início da Idade do Bronze, há cerca de 4.000 anos, o que representa 1.500 anos de história, segundo dados da Câmara de Reguengos de Monsaraz.

Constituído por fossos concêntricos escavados na rocha, que culminam num centro geométrico, ocupando uma área total de 16 hectares, o complexo revelou uma necrópole e um recinto cerimonial megalítico, o que tem suscitado o interesse científico nacional e internacional.

Na Torre do Esporão pode ser visitado o museu que conta a história do povoado e onde estão expostas centenas de peças de alto valor arqueológico.

Tópicos:

Arqueológico Perdigões Monte, Arqueológico Perdigões Alentejo Reguengos, Câa Reguengos, Herdade, Povoado, Torre,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Festa dos Tabuleiros regressa às ruas da cidade de Tomar. Um longo desfile em que 750 tabuleiros são transportados por mulheres.

    Os líderes europeus não chegaram a acordo sobre quem deve liderar a União nos próximos cinco anos.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.