Empresários dos carrosséis do S. João em Braga e Associação de Festas chegam a acordo

| Cultura

Os empresário dos carrosséis instalados em Braga para o S. João chegaram, ao final da tarde, a acordo com a Associação de Festas sobre o acesso ao recinto, depois de terem acusado a InvestBraga, gestora do espaço, de "desrespeito".

Os profissionais do divertimento ameaçaram, ao início da tarde, "deitar abaixo" o portão que dá acesso ao recinto onde estão instalados, apontando o dedo à empresa municipal de dinamização económica, que, em comunicado enviado à Lusa, afirmou "não ter qualquer responsabilidade" sobre o funcionamento do recinto onde estão os carrosséis para o S. João, alegando que a gestão cabe à associação de festas criada para o efeito.

"A InvestBraga não tem qualquer responsabilidade sobre os efeitos do não cumprimento das regras contratuais e do regulamento de funcionamento dos Espaços Forum Braga cedidos para a realização da Feira", salienta a empresa municipal.

No comunicado, a InvestBraga refere que "tendo tomado conhecimento da ocorrência de algumas queixas" irá "dentro dos regulamentos e do contrato acordado vai encontrar as melhores soluções com a Associação".

A "solução", explicou à Lusa o responsável pelas Festas de S. João, Rui Ferreira, "só foi possível com a intervenção do presidente da Câmara" e passa por "abrir o portão depois das 19.00 nosso dias de funcionamento do Forum Braga e todo o dia nos dias 23, 24 e 25".

Os empresários exigiam a abertura daquele portão, alegando "questões de segurança" para quem quisesse aceder ao espaço e acusaram a InvestBraga de "desrespeito" pelo trabalho deles.

"Nós pagámos para estar aqui, pagamos porque tivemos a garantia que os acessos iam ser garantidos, que se iria fazer como se faz há décadas. No dia em que instalamos os divertimentos fecharam os portões do parque e disseram-se que o acesso ia ser feito por um espaço com 5 metros de largura e pela ecovia (situada na margem do Rio Este e que contorna o recinto)", explicou à Lusa um dos empresários, Hélio Amaral.

O S. João de Braga começa quinta-feira, às 22.00, com a inauguração das luzes que vão iluminar as ruas da cidade.

Tópicos:

Festas S, InvestBraga,

A informação mais vista

+ Em Foco

A 15 de outubro de 2017, uma vaga de incêndios fez 50 mortos e dezenas de feridos. Reunimos aqui um conjunto de reportagens elaboradas um ano depois da catástrofe.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.

      Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

        Logo após a recuperação das armas roubadas, o ex-chefe do Estado-Maior do Exército proibiu a PJ de entrar na base de Santa Margarida.