Filme "A Herdade" de Tiago Guedes é candidato de Portugal aos Óscares 2020

| Cultura

Realizador Tiago Guedes com os atores Sandra Faleiro e Albano Jerónimo
|

A longa-metragem "A Herdade", do realizador Tiago Guedes, é o candidato de Portugal a uma nomeação para o Óscar de melhor filme estrangeiro em 2020, anunciou hoje a Academia Portuguesa de Cinema.

De acordo com um comunicado da Academia Portuguesa de Cinema, o filme foi escolhido pelos seus membros para representar Portugal na categoria de Melhor Filme Internacional nos Óscares da Academia Americana de Cinema para o próximo ano.

O filme teve estreia mundial na competição oficial do 76.º Festival de Cinema de Veneza, que terminou no sábado, onde o realizador Tiago Guedes foi distinguido com o Prémio Bisato d`Oro da crítica independente para Melhor Realização.

"A Herdade" tem como protagonistas Albano Jerónimo e Sandra Faleiro, e tem produção de Paulo Branco.

A longa-metragem conta a história de uma família dona de uma propriedade latifundiária, e traça o retrato da vida histórica, política, social e financeira de Portugal, dos anos 40.

"A Herdade" encontra-se agora no Festival de Toronto TIFF, marcando a primeira vez que um filme português é selecionado para a secção Special Presentations do festival.

A estreia em Portugal está marcada para o dia 19 de setembro.

Tópicos:

Bisato, Herdade,

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.