Orpheu usou António Ferro como "idiota útil"

por Sandra Henriques

Orlando Raimundo, o autor do livro sobre uma das personalidades que marcaram o século XX português, recorda como se tornou no diretor da revista.

Em entrevista à Antena 1 a propósito do lançamento da obra “António Ferro: O Inventor do Salazarismo”, Orlando Raimundo recorda que o jovem que viria a ser uma das figuras centrais do Estado Novo foi editor da revista Orpheu sem o saber.

A ideia partiu de Mário Sá-Carneiro numa conversa com Fernando Pessoa. António Ferro foi escolhido por ser menor de idade, o que evitaria que pudesse ser responsabilizado caso houvesse qualquer problema com a revista.