Quadro com Pai Natal crucificado causa burburinho em Nova Iorque

| Cultura

|

O pintor Robert Cenedella expôs o seu quadro diante da catedral católica mais importante da cidade. O que pretende ser uma crítica ao consumismo foi visto por alguns como um atentado contra a religião.

O quadro, que existe há mais de 20 anos, foi exposto pelo seu autor ontem, domingo, diante da Catedral de S. Patrício, pouco antes da missa de Natal. Nele pode ver-se um Pai Natal colocado na cruz onde habitualmente se encontra Jesus Cristo. No chão, à volta, vê-se uma quantidade de lixo, incluindo presentes de Natal e pneus velhos, numa alusão ao consumismo e à destruição ambiental.

Segundo Cenedella, citado pelo Daily News, de Nova Iorque, "este era o momento em que eu conseguiria mais pessoas a verem o quadro e a compreenderem a mensagem: voltemos a colocar Cristo no Natal. É neste ano que isso vai ser entendido. Tem muito pouco que ver com a religião. Na verdade, é sobre a comercialização".

Quando o quadro foi exposto pela primeira vez, em dezembro de 1997, registaram-se numerosos protestos dirigidos à escola de arte em que Cenedella lecciona. Um deles proveio de Bill Donohue, o presidente da Liga Católica, um grupo que pretende combater a difamação, considerando a obra "desnecessariamente ofensiva, em especial nesta altura do ano" (também o Natal).

Entretanto, após uma conversa com Cenedella, este e Donohue parecem ter-se entendido. Segundo Cenedella, "o sr. Donohue apareceu a dizer que agora entende o que eu quis dizer com o quadro".

A informação mais vista

+ Em Foco

A Festa dos Tabuleiros regressa às ruas da cidade de Tomar. Um longo desfile em que 750 tabuleiros são transportados por mulheres.

    Os líderes europeus não chegaram a acordo sobre quem deve liderar a União nos próximos cinco anos.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.