Teixeira de Pascoaes: Legado discutido em congresso

| Cultura
Teixeira de Pascoaes: Legado discutido em congresso

A ver: Teixeira de Pascoaes: Legado discutido em congresso

Amarante acolhe de 27 a 31 de março o III Congresso Internacional Teixeira de Pascoaes. Quase 40 oradores vindos de Espanha, Itália mas também da Colômbia e Portugal partem da obra de Pascoaes para perceber a arte, o tempo e um mundo de outros dias.
O responsável pela Fundação Gulbenkian é um deles. Guilhereme d´Oliveira Martins lembra que Pascoaes é um dos grandes poetas da língua portuguesa. "Cesariny disse dele que era ainda maior do que Pessoa".

Teixeira de Pascoaes: Pensamento e Missão. Comemora os 140 anos do nascimento, e os 65 da morte, de Teixeira de Pascoaes.

O autor de "A Arte de Ser Português", legou uma obra filosófica e literária que rompe com os limites geográficos, dilatando a sua visão e a força do seu espírito pela Eternidade, como firma o autor: "Afinal o que é a Poesia? O desejo que certos homens têm de não morrer. Poesia, Arte, Filosofia, Ciência - mãos de náufragos agarradas a uma tábua."

Um dos mentores do movimento da Renascença Portuguesa, em colaboração com Leonardo Coimbra, Jaime Cortesão, Afonso Duarte, Raul Proença, António Correia de Oliveira, assumiu a direção da Revista Águia, "que, a partir de Amarante, será o berço de todos os grandes movimentos literários e filosóficos do seculo XX português", diz no Jornal 2 Guilherme d'Oliveira Martins.

Teixeira de Pascoaes inscreve-se no pensamento português, quer através de uma poesia de redenção pelo mais alto, quer pela força de um pensamento que pressente a queda e aspira a uma divindade prometida.

Este terceiro congresso acontece depois de em 2014 Amarante ter organizado uma primeira abordagem à obra do autor com "As Biografias no Pensamento Português dos séculos XIX-XX", por ocasião dos 80 anos da publicação de São Paulo, e de em 2015 ter celebrado o centenário de "A Arte de ser Português".

o Triénio Pascoalino é uma organização do Instituto de Ciências da Cultura Pe. Manuel Antunes, em parceria com o Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, a Câmara Municipal de Amarante e a Biblioteca Nacional.

Este ano de encerramento do Triénio Pascoalino contará ainda com a publicação de três volumes de ensaios, elaborados a partir do resultado dos congressos, um por cada ano.

A informação mais vista

+ Em Foco

Passaram sete anos desde o início das “Primaveras Árabes”. Regimes mudaram, guerras civis rebentaram, houve conflitos que alteraram dinâmicas regionais e vazios de poder que deram origem a Estados falhados.

Veja ou reveja a primeira entrevista de Rui Rio depois de ter sido eleito presidente do PSD.

Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.