Covid-19. Ronaldo não violou o protocolo italiano

por RTP

Afinal Ronaldo não violou o protocolo italiano: porque "não foi necessária autorização para o regresso". Em declarações ao jornal 'Tuttosport' chefe do departamento de prevenção italiano explicou que o regresso de um infetado a Itália é possível, desde que cumpridas todas as regras.

Explica que Ronaldo não violou as regras no regresso a Turim.
Não era necessária autorização. Ronaldo fez o mesmo que outros jogadores das seleções nacionais que contraíram o vírus estrangeiro.
Utilizou voo médico devidamente autorizado.

Roberto Testielle acrescenta que o internacional português violou os protocolos, não no regresso a Itália, mas na partida para Portugal.
pub