Mundial 2022. Futebolistas lusos analisam a goleada

por RTP

Foto: António Cotrim-Epa

Rui Patrício, Bruno Fernandes e Palhinha consideram que a equipa fez uma boa exibição e mereceu a vitória frente ao Luxemburgo, por 5-0.

Declarações dos futebolistas portugueses após a goleada da seleção portuguesa, em jogo do Grupo A da fase de apuramento para o Mundial2022, disputado no Estádio Algarve:

O guarda-redes Rui Patrício declarou: “Foi uma vitória mais do que merecida, fizemos um excelente jogo, uma vitória folgada e o importante era vencer. Faltam duas finais no próximo mês. O mais importante era este jogo e o objetivo de ganhar foi conseguido.

Não pensamos em empates. O objetivo em cada jogo é ganhar e quando nos juntarmos no próximo mês o objetivo vai ser ganhar.

Quando começamos, o objetivo é continuar a crescer, evoluir e jogar. Felizmente, hoje, faço 100 internacionalizações
".

O médio Bruno Fernandes frisou: “Marcar ajuda sempre, cedo ou não. O Luxemburgo, com o passar do tempo, podia fechar-se cada vez mais e sabíamos que tínhamos de entrar forte. Conseguimos dois golos e o jogo acabou por partir um pouco.

Na segunda parte, entrámos com mais tranquilidade, o Luxemburgo conseguiu ter mais bola no seu meio-campo, mas sem criar grande perigo.

Surpreendidos não fomos. Sabemos da qualidade deles, podem defender muito e bem, como podem ser muito bons com bola. Hoje vimos que têm capacidade para sair desde trás a jogar. Têm muita personalidade, jogadores que não têm medo de ter bola. Fechámos bem o espaço
".

João Palhinha realçou: “É sempre especial fazer golos pela seleção, ainda para mais no meu país, com este ambiente fantástico. Já tinha marcado no jogo no Luxemburgo. É sempre especial, mas mais importante foi a vitória e o excelente jogo que fizemos.

Acho que foi um jogo que Portugal soube tornar fácil. Hoje em dia não há jogos fáceis, estes resultados são cada vez mais raros, fruto da competitividade das equipas, que analisam e trabalham muito bem dentro dos seus países
".
pub