Sindicato dos Jogadores sai em defesa de Mehdi Taremi

por RTP

O Sindicato dos Jogadores condena o que diz serem "os comportamentos desrespeitosos e manifestações de ódio e violência" com o avançado do FC Porto.

Em comunicado, o sindicato diz que o ambiente de perseguição constante ao jogador tem de parar e reitera total solidariedade com o internacional iraniano.

O organismo presidido por Joaquim Evangelista refere ainda que cabe às equipas de arbitragem, e apenas a essas, fazer no relvado a avaliação dos lances em que Taremi está envolvido.

A todos os outros intervenientes do futebol, o sindicato pede respeito e bom senso.
pub