Acordo político na UE em torno de medidas para prevenir crédito malparado

| Economia

O Parlamento Europeu e o Conselho alcançaram hoje um acordo político em torno da proposta da Comissão Europeia para reduzir o crédito malparado na União Europeia, que obriga os bancos a disporem de reservas de fundos.

Esta medida faz parte de um conjunto de ações apresentadas pela Comissão em março de 2018 para resolver o problema do crédito malparado na UE e tem por base os esforços desenvolvidos pelos Estados-membros, as autoridades de supervisão e as instituições de crédito para diminuir de forma regular o número dos chamados "empréstimos de mau desempenho" em toda a União.

As medidas agora acordadas obrigarão os bancos à criação de reservas de fundos para cobrir os riscos associados aos empréstimos que possam vir a ter mau desempenho, evitando-se deste modo a acumulação de exposições de mau desempenho nos balanços dos bancos.

Além da medida hoje anunciada, o pacote apresentado pela Comissão em março passado contém propostas que visam desenvolver os mercados secundários de empréstimos de mau desempenho e permitir a rápida execução extrajudicial de empréstimos cobertos por garantias, bem como um plano técnico de criação de sociedades nacionais de gestão de ativos.

"O acordo de hoje garante que os bancos tenham menos crédito malparado nos seus balanços, tornando-os mais sólidos e permitindo que financiem as nossas empresas. Conto com o Parlamento Europeu e o Conselho para que cheguem rapidamente a acordo sobre as propostas que estão em cima da mesa, que visam desenvolver os mercados secundários de empréstimos de mau desempenho e facilitar a cobrança de dívidas", comentou o vice-presidente da Comissão responsável pelos Serviços Financeiros e União dos Mercados de Capitais, Valdis Dombrovskis.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em Pedrógão Grande, dois anos depois dos incêndios, quase só os estrangeiros são atraídos para a região.

Uma equipa da RTP acompanhou o curso dos novos seguranças pessoais, "sombras" de quem protegem.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.