Altice quer ser a "primeira empresa" a assinar contrato para a `web`

| Economia

O presidente executivo da Altice Portugal disse hoje que a operadora quer ser "a primeira empresa" a assinar o contrato para a `web` proposto pelo criador da internet na Web Summit, visando torná-la num espaço "aberto e seguro".

"A Altice Portugal quer ser a primeira empresa a assinar este contrato. Queremos fazê-lo e temos a certeza que não estamos sozinhos" na iniciativa, disse Alexandre Fonseca, que falava no palco principal da Web Summit, em Lisboa.

Em causa está uma "visão de não discriminação, de igualdade de oportunidades e de uma `web` aberta e segura para todos", acrescentou o responsável.

"Tenho a certeza que estamos todos na mesma página", adiantou Alexandre Fonseca.

Na segunda-feira, o criador da internet, Tim Berners-Lee, defendeu em Lisboa a criação de "um contrato" entre utilizadores, empresas e governos de todo o mundo para "tornar a `web` num sítio melhor", reduzindo desigualdades e melhorando questões como a privacidade.

"Temos de criar um contrato para a `web`. [...] E esse deve ser um contrato com vários princípios para as pessoas se juntarem. Por isso, estou a pedir a vossa ajuda, seja através da vossa empresa ou por vocês próprios", disse o responsável, que falava na abertura do evento.

E vincou: "Somos todos responsáveis por tornar a `web` num sítio melhor".

Foi nesse contexto que o criador defendeu este "contrato", que tem como mote "Pela Web" (ou como `hashtag` #fortheweb), visando criar valores de equidade e de segurança para todos os utilizadores da internet.

A Web Summit termina hoje no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), sendo esperados mais de 70 mil participantes de 170 países naquela que é a terceira edição de 13 previstas em Lisboa.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo Web Summit nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Portugal e desde essa altura terá gerado um impacto económico de mais de 500 milhões euros.

Inicialmente, estava previsto que a cimeira ficasse por apenas três anos, mas em outubro deste ano foi anunciado que o evento continuará a ser realizado em Lisboa por mais 10 anos, ou seja, até 2028, mediante contrapartidas anuais de 11 milhões de euros e a expansão da FIL.

Tópicos:

Altice Arena,

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.