Bruxelas baixa previsões de crescimento na Alemanha para 2018 e 2019

| Economia

|

A Comissão Europeia baixou hoje as previsões de crescimento da economia alemã, face às estimativas feitas em maio, para os 1,9% neste e no próximo ano.

Segundo as previsões de verão de Bruxelas, hoje divulgadas, depois de um crescimento de 0,3% no primeiro trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha deverá crescer este ano a um ritmo de 1,9%, abaixo dos 2,2% de 2017, nível que se manterá no próximo ano.

Nas previsões da primavera, a Comissão Europeia estimava crescimentos de 2,3% em 2018 e 2,1% em 2019.

A força do mercado laboral e o crescimento salarial sustentado beneficiam o consumo privado e continuam a sustentar o crescimento.

Já as incertezas relativas ao comércio internacional de bens poderão afetar a economia alemã, segundo Bruxelas.

Tópicos:

Alemanha, Interno Bruto PIB,

A informação mais vista

+ Em Foco

O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.

    Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

      Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

        Os novos desenvolvimentos no diferendo comercial entre os Estados Unidos e a China vieram lançar ainda mais dúvidas sobre os próximos passos que os dois lados poderão adotar.