Centro de Pensões conclui em média 883 processos por dia

| Economia

O Centro Nacional de Pensões conclui por dia 883 processos de atribuição de pensões, em média, segundo dados divulgados hoje no parlamento pelo ministro do Trabalho e da Segurança Social.

O governante disse que, este ano, até hoje se registaram mais 106 mil processos concluídos.

Em maio deste ano, segundo os mesmo dados, foram concluídos mais de 28.400 processos de requerimentos de pensões, um aumento de 82% face ao mesmo mês de 2018 e de 101% em comparação com maio de 2015.

Mostrando um quadro que relaciona os recursos humanos do Centro Nacional de Pensões com o número de processos concluídos, Vieira da Silva defendeu que "a capacidade" de pagamento de novas pensões atingiu "valores muito significativos" no primeiro semestre deste ano, em resultado de um aumento "significativo" da produtividade desses funcionários públicos.

A vinda do ministro à Assembleia da República acontece na sequência de dois requerimentos apresentados pelo grupo parlamentar do PSD para esclarecimentos sobre as demoras na atribuição das pensões, que foram motivo de várias queixas em 2018 à Provedoria de Justiça.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.