Chefe do Governo de Macau em Pequim para balanço da ação governativa

| Economia

O chefe do Governo de Macau, Chui Sai On, encontra-se em Pequim para fazer um balanço da ação governativa de 2018 e uma antecipação do seu último ano à frente do Executivo, anunciaram no sábado as autoridades.

Na capital chinesa, Chui Sai On tem encontro marcado com os dirigentes do país, de acordo com um comunicado.

Em declarações à imprensa antes da partida, no aeroporto de Macau, o líder afirmou que o Governo "continua firme no trajeto de desenvolvimento económico e na melhoria do bem-estar social", sendo estes os princípios orientadores da ação governativa, refere a mesma nota.

Já em antecipação do próximo ano, Chui Sai On prometeu continuar a trabalhar para acelerar o posicionamento do território como "Centro mundial de turismo e lazer" e uma "Plataforma de serviço comercial entre a China e os países da língua portuguesa".

Na apresentação das Linhas de Ação Governativa (LAG) para 2019, em meados de novembro, Chui Sai On já sublinhara que o reforço de cooperação económica e cultural com os países lusófonos é uma das prioridades para o próximo ano, o seu último na chefia do executivo de Macau.

Fernando Chui Sai On, antigo secretário para os Assuntos Socais e Cultuta, foi eleito em 2009, por um período de cinco anos, e reeleito em 2014.

Por outro lado, Macau quer corresponder "ao grande projeto nacional de desenvolvimento", integrado em estratégias regionais. Neste sentido, vai continuar a participar na iniciativa nacional "Uma Faixa, uma Rota" e na construção da "Grande Baía", acrescentou.

Nas LAG para o próximo ano, constam aumentos nos apoios sociais e redução de impostos que irão custar aos cofres do território cerca de 2,5 mil milhões de euros.

Tópicos:

Ação Governativa LAG, Faixa, Macau, Socais,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à Antena 1, o presidente do PS elogia a chamada "geringonça", mas coloca reservas quanto à hipótese de ter BE e PCP num futuro executivo socialista.

    As famílias já pediram o repatriamento, mas o MNE diz que ainda não tem uma solução.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.