CMVM pronunciou-se em 12 contraordenações e aplicou coimas de 320 mil euros até março

| Economia

|

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) anunciou hoje ter deliberado no primeiro trimestre em 12 processos de contraordenação dos quais resultaram coimas de 320 mil euros e quatro admoestações.

Em comunicado, o regulador do mercado adianta que quatro destes processos de contraordenação foram instaurados por violação dos deveres de informação ao mercado, dois por violação dos deveres de intermediação financeira, três devido à atividade dos organismos de investimento coletivo e outros três na sequência da atuação dos auditores.

"As decisões tomadas entre janeiro e março respeitam a seis processos de contraordenação muito graves e seis processos de contraordenação graves, tendo sido aplicadas coimas no total de 320 mil euros e quatro admoestações", refere.

Segundo a CMVM, de janeiro a março foram instaurados nove processos de contraordenação, dois por violação dos deveres de intermediação financeira, três relativos à atividade dos organismos de investimento coletivo, dois relativos à atuação dos auditores, um por violação dos deveres de informação ao mercado e um relativo à violação dos deveres de negociação em mercado.

No final do primeiro trimestre encontravam-se pendentes de decisão nos tribunais sete processos e em curso na CMVM 104 processos de contraordenação.

Destes, 33 respeitam a violações de deveres de intermediação financeira, 26 à atividade dos organismos de investimento coletivo, 16 a violações de deveres de informação, 17 a violação de deveres de negociação em mercado, 11 são referentes à atuação dos auditores e um é relativo à atuação dos peritos avaliadores de imóveis.

 

A informação mais vista

+ Em Foco

O criador dos óculos de realidade virtual está a desenvolver tecnologia que vai transferir jogos de vídeo para os campos de batalha.

Reunimos aqui reportagens sobre as forças de elite portuguesas, emitidas por ocasião dos 100 anos do Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial.

    O coração de Lisboa foi palco do maior desfile militar dos últimos 100 anos no país, por ocasião do centenário do Armistício que pôs fim à I Grande Guerra.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.