Costa considera "triste" ver as ações políticas do Bloco e de Rui Rio

por Lusa
Mário Cruz - Lusa

O primeiro-ministro considerou hoje que foi "triste" ver-se que o Bloco de Esquerda "desertou" da solução política à esquerda "na primeira dificuldade" e que o líder social-democrata deitou "pela janela" a sua credibilidade na questão das portagens.

António Costa fez estas críticas ao PSD e ao Bloco de Esquerda em declarações aos jornalistas, na Assembleia da República, momentos depois de a proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2021 ter sido aprovada em votação final global pelo PS, com as abstenções do PCP, PEV, PAN e das deputadas não inscritas Joacine Katar Moreira e Cristina Rodrigues.

De acordo com o primeiro-ministro, na atual conjuntura do país, em que se enfrenta "uma crise grave" sanitária, económica e social, "é muito triste ver aqueles como o Bloco de Esquerda, que acompanhou o Governo nos últimos cinco anos, não hesitarem em desertar perante a primeira dificuldade".

"E é muito triste ver que um político com tantos anos de experiência como o doutor Rui Rio se permite deitar pela janela a credibilidade de afirmações que fez sobre portagens para votar uma disposição única e exclusivamente para poder obter uma popularidade efémera. Ora, a vida política não é feita para a popularidade efémera, mas para se cumprir o dever de se servir Portugal e os portugueses", defendeu.

Tópicos
pub