Deputados do PSD pedem ao Governo a "construção imediata" do IC35 em Penafiel

| Economia

O grupo parlamentar do PSD entregou hoje na Assembleia da República um projeto de resolução que pede "a construção imediata" do IC35 ligando Penafiel a Entre-os-Rios", anunciou hoje aquele partido.

"Apesar da promessa do Governo socialista liderado por José Sócrates, esta importante obra para toda a população da região do Vale do Sousa e Baixo Tâmega tem vindo a ser sucessivamente adiada pelos executivos socialistas", lê-se num comunicado envido à Lusa.

Os deputados do PSD referem que "o Governo sabe da importância desta infraestrutura para responder às necessidades de mobilidade desta comunidade, mas nada faz e nada responde".

No comunicado, os social-democratas recordam que em dezembro, numa comissão parlamentar, questionaram o ministro do Planeamento e das infraestruturas sobre a matéria e que o governante terá justificado o adiamento desta intervenção com a existência de um estudo de impacto ambiental desfavorável.

Contudo, segundo o PSD, um ofício enviado em junho do ano passado pela Infraestruturas de Portugal à Câmara de Penafiel aponta a falta de financiamento como motivo de suspensão.

"Entre a palavra do ministro do Planeamento e das Infraestruturas e a Infraestruturas de Portugal há nitidamente muitas diferenças", sustentam os deputados da oposição, criticando o governo por ter cancelado o IC35 e retirando a verba de 12 milhões de euros que estava prevista para a obra pelo anterior executivo.

"Após um ano e meio do anúncio do cancelamento desta importante obra, o Governo nada fez, continuando a colocar o IC35 na gaveta, mas o PSD continuará a lutar pelos interesses desta população", conclui-se no comunicado enviado hoje à Lusa.

Tópicos:

Câa, IC Penafiel Penafiel,

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.