Deputados do PSD pedem ao Governo a "construção imediata" do IC35 em Penafiel

| Economia

O grupo parlamentar do PSD entregou hoje na Assembleia da República um projeto de resolução que pede "a construção imediata" do IC35 ligando Penafiel a Entre-os-Rios", anunciou hoje aquele partido.

"Apesar da promessa do Governo socialista liderado por José Sócrates, esta importante obra para toda a população da região do Vale do Sousa e Baixo Tâmega tem vindo a ser sucessivamente adiada pelos executivos socialistas", lê-se num comunicado envido à Lusa.

Os deputados do PSD referem que "o Governo sabe da importância desta infraestrutura para responder às necessidades de mobilidade desta comunidade, mas nada faz e nada responde".

No comunicado, os social-democratas recordam que em dezembro, numa comissão parlamentar, questionaram o ministro do Planeamento e das infraestruturas sobre a matéria e que o governante terá justificado o adiamento desta intervenção com a existência de um estudo de impacto ambiental desfavorável.

Contudo, segundo o PSD, um ofício enviado em junho do ano passado pela Infraestruturas de Portugal à Câmara de Penafiel aponta a falta de financiamento como motivo de suspensão.

"Entre a palavra do ministro do Planeamento e das Infraestruturas e a Infraestruturas de Portugal há nitidamente muitas diferenças", sustentam os deputados da oposição, criticando o governo por ter cancelado o IC35 e retirando a verba de 12 milhões de euros que estava prevista para a obra pelo anterior executivo.

"Após um ano e meio do anúncio do cancelamento desta importante obra, o Governo nada fez, continuando a colocar o IC35 na gaveta, mas o PSD continuará a lutar pelos interesses desta população", conclui-se no comunicado enviado hoje à Lusa.

Tópicos:

Câa, IC Penafiel Penafiel,

A informação mais vista

+ Em Foco

Houve aldeias ceifadas e vidas destruídas. O medo viveu ao lado de histórias de heroísmo. Contamos as estórias que agora preenchem dezenas de aldeias esquecidas, muitas pintadas a cinza.

    Jorge Paiva, botânico e professor, um dos maiores peritos da floresta, critica em entrevista à Antena 1 o desinteresse generalizado dos políticos pelos problemas da floresta.

    É uma tragédia sem precedentes que vai marcar para sempre o país. O incêndio de Pedrógão Grande fez 64 mortos mais de duas centenas de feridos. Há dezenas de deslocados.

    Nodeirinho é a aldeia mártir do incêndio de Pedrógão Grande. É uma aldeia em ruínas, repleta de casas queimadas e telhados no chão. Um cenário de desolação e dor.