EDP avança com venda de ativos e reforço do investimento em renováveis

| Economia

|

A EDP indicou hoje que o Conselho de Administração Executivo da elétrica vai apresentar ao mercado na terça-feira um reforço do investimento em renováveis e um plano de alienação de ativos, segundo comunicado à CMVM.

"Os órgãos sociais da EDP, Conselho de Administração Executivo (CAE) e Conselho Geral de Supervisão (CGS), reunirão no dia 11 de março para discutir e deliberar sobre o conteúdo do `Strategic Update` para o período 2019-2022, a ser apresentado ao mercado no dia 12 de março, tal como anteriormente comunicado", lê-se no documento publicado na Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM).

De acordo com o mesmo documento da EDP, "a proposta que o CAE submeterá ao CGS contempla, em termos genéricos, quer um reforço do investimento em renováveis quer um plano de alienação de ativos".

Os detalhes sobre o plano estratégico da empresa serão disponibilizados "na referida apresentação ao mercado", avança a elétrica nacional liderada por António Mexia.

O comunicado da EDP surge depois de notícias publicadas pela agência Reuters e pelo jornal online ECO com os títulos, respetivamente, "EDP prepara venda de ativos de produção elétrica em Portugal" e "EDP vai investir 7 mil milhões em renováveis", segundo cita a própria empresa no documento enviado à CMVM.

Tópicos:

CGS,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em Pedrógão Grande, dois anos depois dos incêndios, quase só os estrangeiros são atraídos para a região.

Uma equipa da RTP acompanhou o curso dos novos seguranças pessoais, "sombras" de quem protegem.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.