Eurodeputado exige informação de Bruxelas sobre escândalo da carne brasileira

| Economia

O eurodeputado britânico e coordenador da Comissão de Agricultura no Parlamento Europeu (PE) Jim Nicholson exigiu hoje saber como a Comissão Europeia está a lidar com o escândalo da exportação de carne adulterada no Brasil.

Nicholson interveio hoje numa reunião da Comissão de Agricultura do PE para exigir informação de Bruxelas sobre a quantidade de carne importada do Brasil nos últimos anos e ainda um relatório sobre que riscos correm os consumidores europeus.

"Pedi à Comissão [Europeia] que forneça informação sobre que quantidade de carne foi importada do Brasil por cada Estado-membro, temos que ser capazes de calcular que risco correm os consumidores na Europa", indicou Nicholson, em comunicado.

"O escândalo da carne brasileira pode ter um efeito sísmico para a indústria do setor a nível mundial", salientou.

Para o eurodeputado, "é vital para a confiança do público que a Comissão atue rapidamente para averiguar os factos e reassegurar os consumidores".

A Comissão Europeia impôs uma suspensão temporária às importações de carne brasileira, após uma operação policial no Brasil ter detetado um esquema de facilitação de licenças e fiscalização irregular de empresas de processamento de carne.

De acordo com a polícia federal brasileira, funcionários públicos eram subornados por diretores de empresas para darem aval a carnes com prazos de validade já ultrapassados e adulteradas.

Entre as práticas, foi comprovado o uso de químicos para melhorar o aspeto das carnes, a falsificação de etiquetas com a data de validade ou a inclusão de alimentos não adequados para consumo na elaboração de enchidos.

A informação mais vista

+ Em Foco

Nas ruas das cidades angolanas, as caravanas cruzam-se em ambiente descontraído. O cenário repete-se em M'banza Congo.

Os responsáveis pelo parque prometeram valorizá-lo e vão renovar a frota automóvel e envolver operadores privados nas visitas aos núcleos de gravuras rupestres.

O maior banco francês fez soar os alarmes na Europa ao suspender três fundos de investimento relacionados com créditos nos Estados Unidos.

Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.