Excedente comercial de bens na zona euro sobe para 26,4 mil ME em setembro

| Economia

O excedente da balança do comércio externo de bens na zona euro subiu, em setembro, para os 26,4 mil milhões de euros, face aos 24,3 mil milhões homólogos, segundo o Eurostat.

Em setembro, as exportações da zona euro atingiram os 187,1 mil milhões de euros (177,2 mil milhões no mesmo mês de 2016) e as importações do resto do mundo somaram 160,7 mil milhões de euros (152,9 mil milhões homólogos).

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE), no conjunto dos 28 Estados-membros, a balança do comércio externo de bens passou de um défice homólogo de 1,6 mil milhões de euros para um excedente de 3,1 mil milhões em setembro.

As exportações da UE somaram 156,8 mil milhões de euros (147,4 mil milhões homólogos) e as importações para o bloco europeu totalizaram, em setembro, 153,7 mil milhões de euros (149,0 mil milhões no mesmo mês do ano passado).

Por seu lado, o comércio entre os 19 países da moeda única representou em setembro 157,6 mil milhões de euros (150,2 mil milhões homólogos) e entre os 28 Estados-membros da UE atingiu os 287,8 mil milhões (274,4 mil milhões no mesmo mês de 2016).

A informação mais vista

+ Em Foco

Passaram sete anos desde o início das “Primaveras Árabes”. Regimes mudaram, guerras civis rebentaram, houve conflitos que alteraram dinâmicas regionais e vazios de poder que deram origem a Estados falhados.

Veja ou reveja a primeira entrevista de Rui Rio depois de ter sido eleito presidente do PSD.

Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.