Governo congratula-se com taxa de execução de 40% do programa Ferrovia 2020

| Economia

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, congratulou-se hoje com a taxa de execução do programa Ferrovia 2020, que se situa nos 40%, o que permitirá atingir os dois mil milhões de euros de investimento previstos.

"O Ferrovia 2020 a meio do seu percurso de execução tem cerca de 40% das suas obras em fase de execução. É completamente razoável, normal, e é aquilo que nos vai permitir que, chegados ao fim do programa tenhamos, de facto, os dois mil milhões de euros de investimento realizado", disse.

O governante, que falava em Redondo, no distrito de Évora, no decorrer da cerimónia de adjudicação da empreitada para a construção do novo troço ferroviário Évora Norte/Freixo, obra inserida no Corredor Internacional Sul, sublinhou ainda que o investimento público nesta área vai continuar.

"Qual foi o resultado em 2018, aumentamos 80% o investimento público em ferrovia, comparado com o ano anterior (2017). E este ano tem que subir mais e vai subir mais nos próximos anos também até à conclusão do programa, porque, naturalmente, é um programa de grande ambição de investimento", sublinhou.

"A ferrovia é, de facto, a grande prioridade no atual ciclo de investimentos em infraestruturas", acrescentou.

O ministro do Planeamento e Infraestruturas considerou ainda como "muito marcante" a obra do Corredor Internacional Sul, que liga o Porto de Sines à fronteira do Caia, em Elvas.

"Há mais de 100 anos que em Portugal não se constrói tanta linha férrea como vamos construir agora", disse.

A empreitada para a construção do novo troço ferroviário Évora Norte/Freixo conta com um investimento de 46,6 milhões de euros e tem um prazo de execução de 540 dias.

A obra, com uma extensão de 20,5 quilómetros, está incluída na primeira empreitada que assinala o início dos trabalhos de construção da nova ligação entre Évora Norte e Elvas, com uma extensão de cerca de 80 quilómetros, que se divide em três troços: Évora Norte/Freixo, Freixo/Alandroal e Alandroal/Linha do Leste.

O contrato hoje assinado em Redondo conta com o apoio de fundos comunitários, sendo o mesmo comparticipado financeiramente em 40%.

Tópicos:

Caia, Freixo Freixo Alandroal, Planeamento,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.