Governo quer mais medidas contra tabaco, obesidade e álcool

| Economia

O Governo quer aumentar, em 2019, as medidas de prevenção de dependências, como o tabaco, a comida ou o álcool, e promover a atividade física como forma de valorizar a Saúde Pública.

A proposta do Governo sobre as Grandes Opções do Plano para 2019 (GOP), a que a agência Lusa teve hoje acesso, prevê que, no próximo ano, sejam desenvolvidas medidas de prevenção do tabagismo, de alimentação saudável, de promoção da atividade física e de prevenção do consumo de álcool e demais produtos geradores de dependência.

Segundo o documento enviado ao Conselho Económico e Social (CES), a Saúde Pública será valorizada enquanto área de intervenção, pelo que o objetivo passa também por um reforço da vigilância epidemiológica e pela revitalização do Programa de Controlo das Doenças Transmissíveis.

A Estratégia Integrada Para a Promoção da Alimentação Saudável, aprovada em 2017, mantém-se como uma prioridade, sendo garantido o fornecimento de uma "alimentação nutricionalmente adequada" em todos os hospitais do Serviço Nacional de Saúde e disponibilizando, em todos os agrupamentos de saúde, consultas de cessação tabágica e comparticipação de medicamentos para esse efeito.

A resposta dos cuidados de saúde primários deverá ser reforçada, nomeadamente em áreas como a psicologia, a nutrição, a saúde oral, a promoção de literacia em saúde e a prescrição e aconselhamento de atividade física. Será ainda promovido o recurso à telessaúde, sobretudo na área da dermatologia, para "aumentar a proximidade" e os diagnósticos precoces" e "diminuir os tempos de espera".

O executivo quer ainda implementar integralmente quer os Planos Locais de Saúde, quer o novo Programa Nacional de Vacinação.

Além disso, o plano para 2019 abrange ainda uma ampliação da cobertura do Serviço Nacional de Saúde nas áreas da Saúde Oral e da Saúde Visual.

O envelhecimento ativo continua a ser uma meta do Governo para o próximo ano, pretendendo o executivo que seja feito um plano em colaboração com os municípios, sobretudo nas regiões do país mais desfavorecidas, através de iniciativas legislativas específicas.

Segundo a proposta de GOP, o Governo vai realizar um estudo, em 2019, para avaliar o custo de novos equipamentos de saúde nos hospitais a fim de reforçar "as redes hospitalares metropolitanas e regionais" e garantir "a adequação dos serviços a prestar às populações, de acordo com a sua distribuição pelo território e

com as suas necessidades específicas".

O Governo quer criar novas Unidades de Saúde Familiar em 2019 para garantir que todos os portugueses passem a ter médicos de família.

Tópicos:

Familiar,

A informação mais vista

+ Em Foco

O criador dos óculos de realidade virtual está a desenvolver tecnologia que vai transferir jogos de vídeo para os campos de batalha.

Reunimos aqui reportagens sobre as forças de elite portuguesas, emitidas por ocasião dos 100 anos do Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial.

    O coração de Lisboa foi palco do maior desfile militar dos últimos 100 anos no país, por ocasião do centenário do Armistício que pôs fim à I Grande Guerra.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.