Greve. Motoristas queixam-se de pressão para trabalhar

por RTP

Os motoristas queixam-se que estão a ser pressionados para trabalhar e denunciam abusos e manipulação dos serviços mínimos.

Esta terça-feira, o país enfrenta o segundo dia de greve dos motoristas, mas agora debaixo de uma requisição civil.

Os sindicatos garantem que os motoristas requisitados estão a trabalhar, mas ninguém vai fazer mais do que as oito horas de trabalho.