Guy Pacheco deixa lugar de administrador financeiro da PT Portugal

| Economia

Guy Pacheco deixou o lugar de administrador financeiro (CFO) da PT Portugal, disse à Lusa fonte ligada ao processo, depois de recentemente Luís Nascimento (pelouro comercial) ter saído da administração da operadora de telecomunicações do grupo Altice.

O administrador executivo, que tinha o pelouro financeiro e era o `número dois` na administração, comunicou a sua demissão do cargo ao presidente executivo da PT Portugal no início desta semana, adiantou a mesma fonte.

A razão da saída deve-se, essencialmente, a "divergências com o atual projeto empresarial definido para a empresa", acrescentou.

Guy Pacheco era um dos administradores que continuou na administração após a compra da PT Portugal pelos franceses da Altice, em 2015.

O responsável está há 16 anos na PT, tendo entrado na PT Multimédia quando esta era liderada por Abílio Ançã Henriques.

Na operadora de telecomunicações, Guy Pacheco foi diretor de planeamento e controlo, entre 2011 e 2015, tendo anteriormente sido diretor de melhoria contínua e transformação na PT Comunicações e na PT Portugal (2007-2011).

Tópicos:

Altice,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, a ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, garantiu que enquanto tiver confiança do primeiro-ministro não vai sair do Executivo.

Jorge Paiva, botânico e professor, um dos maiores peritos da floresta, critica em entrevista à Antena 1 o desinteresse generalizado dos políticos pelos problemas da floresta.

É uma tragédia sem precedentes que vai marcar para sempre o país. O incêndio de Pedrógão Grande fez 64 mortos mais de duas centenas de feridos. Há dezenas de deslocados.

Nodeirinho é a aldeia mártir do incêndio de Pedrógão Grande. É uma aldeia em ruínas, repleta de casas queimadas e telhados no chão. Um cenário de desolação e dor.