Importações sobem 18,1% em junho impulsionadas pela compra de combustíveis

| Economia

As importações de bens subiram 18,1% em junho face ao período homólogo, impulsionadas pela compra de combustíveis a países fora da União Europeia, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE), enquanto as exportações aumentaram 8,6%.

De acordo com o INE, o "significativo aumento verificado nas importações deveu-se principalmente aos combustíveis e lubrificantes com origem em países extra-UE [União Europeia]".

Assim, o comércio fora da UE aumentou 45,7% em junho face ao mesmo mês de 2017, subindo também dentro da União, em 10% relativamente àquele período.

Comparativamente ao mês anterior, as exportações e as importações também subiram, já que em maio estes valores tinham sido de 6,2% e de 0,6%, respetivamente.

Sem contar com a categoria de combustíveis e lubrificantes, as exportações tiveram um acréscimo de 6,8% em junho, enquanto as importações cresceram 10,3%.

Tópicos:

INE,

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.