Inflação angolana em fevereiro foi a mais baixa desde novembro de 2017

| Economia

Os preços em Angola aumentaram 1,04% entre janeiro e fevereiro, o valor mensal mais baixo desde novembro de 2017, reduzindo a inflação acumulada a 12 meses para 17,6%, o registo mais baixo em três anos.

De acordo com o relatório mensal do Instituto Nacional de Estatística (INE) angolano sobre o comportamento da inflação, a que a Lusa teve hoje acesso, o Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN) baixou face aos 1,14% no mês de janeiro.

Esta descida levou a que a inflação no acumulado de 12 meses passasse de 18,22% para 17,96% (fevereiro a janeiro), o valor mais baixo desde o período terminado em janeiro de 2016.

No Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2019, o Executivo prevê uma taxa de inflação (a 12 meses) de 15%.

Segundo o INE, o principal setor a influenciar o IPCN em fevereiro foi o de "Bens e Serviços Diversos", com uma variação mensal de 1,57%, seguindo-se os setores "Hotéis, Cafés e Restaurantes" e "Educação", ambos com 1,56% e "Vestuário e Calçado", com 1,34%.

O aumento de preços foi liderado pelas províncias de Uíge (1,85%), Zaire (1,51%), Cuanza Sul (1,41%) e Cunene (1,38%), enquanto as províncias com menor variação foram Malanje (0,85%), Lunda Norte (0,89%), Benguela e Bié (ambas com 0,92%) e Cuando Cubango (0,94%).

Em 2016, a inflação em Angola (12 meses) chegou a 41,12%, em 2017 desceu para 23,67%, e fechou 2018 nos 18,60%.

Tópicos:

Calçado, Consumidor, Cuando Cubango %, Malanje % Lunda, Restaurantes, Uíge % Zaire % Cuanza,

A informação mais vista

+ Em Foco

O maior campo de refugiados na Europa fica na ilha grega de Lesbos. O campo de Moria alberga quase oito mil pessoas, três vezes mais do que a capacidade instalada. Reportagem RTP.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.