Inflação no Brasil desacelera para 0,33% em julho

| Economia

A inflação no Brasil desacelerou de 1,26% em junho para 0,33% em julho, divulgou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O órgão de pesquisas brasileiro destacou que o resultado indica a superação dos prejuízos causados pela greve de camionistas, que impulsionou a aceleração dos preços em junho.

No acumulado no ano, a inflação no Brasil ficou em 2,94%, resultado acima dos 1,43% registados em igual período de 2017.

Nos últimos 12 meses, o reajuste de preços soma 4,48%, resultado também acima dos 4,39% obtidos no mesmo período do ano passado.

Segundo o IBGE, os preços de itens medidos nos grupos Habitação (1,54%) e Transportes (0,49%) desaceleraram de junho para julho, mas foram os que mais contribuíram na composição do índice porque tiveram as maiores variações entre os produtos e serviços pesquisados.

Já produtos pertencentes aos grupos Vestuário (-0,60%), Alimentação e bebidas (-0,12%) e Educação (-0,08%) tiveram uma deflação.

A pesquisa sobre a inflação do IBGE é calculada desde 1980 e refere-se às famílias com rendimento monetário de 01 a 40 salários mínimos. Abrange dez regiões metropolitanas do Brasil, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e Brasília.

Para cálculo do índice do mês foram comparados os preços recolhidos no período de 28 de junho a 27 de julho de 2018 com os preços vigentes no período de 30 de maio a 27 de junho de 2018.

Tópicos:

Geografia Estatística IBGE,

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.