Luís Cabral sucede a Rosa Cullell na liderança da Media Capital

| Economia

O conselho de administração da Media Capital aprovou hoje o nome de Luís Cabral como próximo presidente executivo, sucedendo a Rosa Cullell, que estava na liderança desde 2011, foi hoje divulgado.

De acordo com um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), "Luís Cabral sucede a Rosa Cullell na liderança da Media Capital depois de vários anos ligado ao grupo", acrescentando que a "sucessão interna foi preparada ao longo dos últimos meses".

A Media Capital afirma que se trata "de uma mudança que foi preparada ao longo do último ano e que assegura uma transformação que tem vindo a ser desenhada tanto nos conteúdos de televisão como dos conteúdos digitais, e que será agora concretizada".

"Luís Cabral mantém uma relação com a Media Capital há vários anos, tendo ingressado nas empresas antecessoras do grupo em 1989", pode ler-se no comunicado ao mercado, que acrescenta que, "desde 2009, é administrador executivo da Media Capital Rádios".

Citado no comunicado Luís Cabral disse que "é com enorme sentido de responsabilidade" que assume a liderança da Media Capital, acrescentando que o grupo tem "todas as ferramentas para enfrentar com sucesso os desafios" que tem pela frente.

A presidente cessante, Rosa Cullell, agradeceu "a confiança" em si depositada pelo grupo Prisa, e frisou "a solidez financeira, o talento criativo e a total independência" da informação do grupo, que lhe dão "total confiança" de que a Media Capital "vai ser protagonista e líder na transformação do mercado audiovisual português".

Já Manuel Mirat, presidente executivo da Prisa, agradeceu a Rosa Cullell "todos os anos de trabalho e dedicação à Media Capital, que se traduziram num longo período de liderança nos vários segmentos, aliados a um percurso financeiro sólido e sustentável", e salientou a "elevada confiança" que a empresa tem em Luís Cabral.

"Adicionalmente foram designados como membros do Conselho de Administração da Media Capital Pedro García Gullén e Xavier Pujol Tobeña, na sequência da renúncia de Miguel Pais do Amaral e António Pires de Lima", adianta ainda o comunicado da empresa à CMVM.

Manuel Mirat "assume o cargo de presidente do conselho de administração da Media Capital", conclui o documento.

Tópicos:

Cullell, García Gullén, Media, Mobiliários CMVM, Pires,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.