Mais de 45 voos cancelados devido a greve de pilotos em companhia de Taiwan

| Economia

Mais de 45 voos foram cancelados na sequência do terceiro dia consecutivo de greve dos pilotos da China Airlines, operadora com bandeira de Taiwan.

Até ao momento não existe qualquer acordo entre o sindicato dos pilotos e a operadora.

A greve que acontece no período de comemorações do Ano Novo Chinês, já fez com que 47 voos fossem cancelados, de acordo com fontes oficiais.

Os pilotos exigem um sistema de promoção mais transparente, bónus de final de ano, um piloto adicional quando os voos têm a duração de mais de oito horas, entre outras.

Cerca de 70% dos 1.300 pilotos da empresa pertencem ao sindicato, que acusa a administração de falta de sinceridade e de pagar salários mais baixos comparativamente com outras companhias.

MIM //

A informação mais vista

+ Em Foco

Milícias separatistas apoiadas e armadas pelos Emirados Árabes Unidos tomaram a capital do sul, reforçando a sua posição face aos antigos aliados sauditas.

    Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.