OE2022. Valor recorde de 31 mil milhões de euros para a Segurança Social

por RTP

A proposta de Orçamento do Estado para 2022 prevê um valor recorde nos gastos e nas receitas da Segurança Social.

O total de verbas para pagamento de reformas, subsídios e outros apoios atinge os 31 mil milhões de euros.

Este valor representa quase um terço da despesa total do Estado prevista para o próximo ano. É um aumento de 949 milhões face a este ano.

O Governo prevê ainda que as contribuições para a Segurança Social atinjam os 20 mil milhões de euros em 2022.

São mais cerca de 2.500 milhões face a 2019. Ou seja o ano anterior à pandemia, e em que a crise ainda não se fazia sentir.

Quanto aos reformados, o Governo garante que todos terão atualização das pensões no próximo ano. Mas uma boa parte poderá perder poder de compra.

Tendo em conta a inflação esperada para o final do ano o Governo aponta para um aumento das pensões de reforma até aos 877 euros de 0,9 por cento.

Este valor acompanha a inflação prevista para o próximo ano. Já quem recebe pensões entre 877 euros e 2.632 euros poderá beneficiar de uma atualização de 0,4 por cento.

As reformas acima dos 2.632 euros deverão ser atualizadas em apenas 0,15 por cento.

Valores conhecidos na apresentação da proposta de orçamento para a Segurança Social
pub