Procura de crédito à habitação aumentou e bancos antecipam subida no 3.º trimestre

| Economia

A procura de crédito para compra de casa subiu ligeiramente entre março e junho deste ano e os bancos preveem que aumente no terceiro trimestre, segundo os dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal.

De acordo com o inquérito aos bancos sobre o mercado de crédito, de julho, no segundo trimestre deste ano "a procura de crédito por parte de empresas manteve-se praticamente inalterada face ao primeiro trimestre do ano", em termos gerais.

Contudo, os bancos indicaram que nos clientes particulares "aumentou ligeiramente" a procura de crédito para aquisição de habitação e para consumo e outros fins, o que justificam com o baixo nível das taxas de juro e a confiança dos consumidores.

Já para o terceiro trimestre do ano, antecipam um aumento na procura de crédito à habitação.

Nas empresas, por sua vez, é estimada uma diminuição na procura de crédito pelas pequenas e médias empresas (PME).

Do lado da oferta de crédito, os bancos dizem que permaneceu inalterada e que também não deverá haver mudanças significativas no terceiro trimestre deste ano.

Sobre o acesso dos bancos a financiamento, as respostas indicam que "permaneceu globalmente inalterado", ainda que com uma "ligeira melhoria nas condições de acesso ao financiamento através de títulos de dívida de médio a longo prazo, bem como na capacidade de transferência do risco de crédito para fora do balanço".

A informação mais vista

+ Em Foco

Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

    Entrevista Olhar o Mundo a um dos autores e investigadores militares mais reconhecidos do mundo anglo-saxónico.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.