Produção automóvel em Portugal mais do que duplicou em fevereiro

| Economia

A produção automóvel em Portugal mais do que duplicou (crescimento de 110%) em fevereiro, informou hoje a Associação do Comércio Automóvel de Portugal (ACAP) em comunicado, precisando terem sido produzidos 23.943 veículos ligeiros e pesados.

Segundo a associação, trata-se de um "novo crescimento acima dos três dígitos", com a produção a continuar a "evidenciar um comportamento muito positivo na categoria dos ligeiros, mas os veículos pesados voltaram a cair".

No segundo mês do ano, a produção de ligeiros de passageiros aumentou 160,1%, num total de 20.013 viaturas, enquanto nos comerciais a subida foi de 9,9% (3.508) e nos pesados a queda foi de 18,1% (422).

Na produção acumulada nos primeiros dois meses de 2018, registou-se um crescimento de 105%, num total de 49.210 unidades fabricadas.

Em janeiro e fevereiro, a produção de ligeiros de passageiros cresceu 158,2% (total de 40.866 viaturas), a de ligeiros comerciais aumentou 7% (7.594), enquanto na categoria dos pesados houve uma diminuição de 30,9% (750).

A ACAP referiu ainda que as estatísticas relativamente a janeiro e fevereiro "confirmam a importância que as exportações representam para o setor automóvel, já que 96,5% dos veículos fabricados em Portugal têm como destino o mercado externo".

A Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos veículos fabricados em território nacional, com 94,7%. Alemanha (19,9%), França (15,2%) e Itália (12,2%) estão no topo do `ranking`.

Em termos de grandes regiões, o mercado asiático, liderado pela China (3,6%), mantém o segundo lugar nas exportações de automóveis fabricados em Portugal, segundo o comunicado.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.