REN prevê reduzir lucros anuais para entre 90 e 105 ME até 2024

por Lusa

A REN prevê ter lucros anuais entre os 90 e os 105 milhões de euros até 2024, abaixo dos montantes dos últimos anos, e reduzir a dívida para um patamar entre os 2.500 e os 2.700 milhões de euros, foi hoje anunciado.

O plano estratégico 2021-24 prevê resultados anuais entre os 90 e os 105 milhões de euros, menos que os 110 a 115 milhões de euros dos últimos três anos, e o o resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) deverá ficar entre os 450 e os 470 milhões de euros, um pouco abaixo do dos últimos anos (475 a 500 milhões de euros).

Nos próximos anos, a intenção é reduzir a dívida da gestora das redes energéticas para um patamar entre os 2.500 e os 2.700 milhões de euros, segundo a apresentação de hoje ao mercado.

A REN prevê investir até 900 milhões de euros até 2024, o que representa um investimento anual de até 220 milhões de euros, um aumento de cerca de 45% face aos últimos anos.

Na apresentação desta manhã, o presidente executivo da REN, Rodrigo Costa, disse "estar muito confiante" para os desafios futuros que se apresentam à empresa nos próximos anos, referindo o desafio que a estratégia nacional do hidrogénio coloca à empresa em termos de infraestruturas e de investimento para garantir "total compatibilidade".

A REN pretende ainda reduzir as suas emissões em 50% até 2030 (em comparação com 2019), conseguindo atingir a neutralidade carbónica em 2040, dez anos antes do definido pela União Europeia.

Tópicos
pub