Sindicatos suspendem greve na Altice Portugal que estava marcada para sexta-feira

por Lusa

Os Sindicatos da Frente Sindical anunciaram hoje a suspensão da greve na Altice Portugal convocada para sexta-feira, a qual "será reagendada em função das condições climatéricas" e do decorrer do processo negocial com a empresa.

Em comunicado, os sindicatos apontam razões "imprevistas" para esta suspensão, nomeadamente o temporal de quarta-feira à noite, 07 de dezembro, "com cheias e inundações que geraram o caos, situações que foram vistas através dos meios de comunicação social, temporal este que certamente deixou uma quantidade enorme de avarias que requerem reparação urgente".

Neste momento, e tendo em conta que "ninguém sabe como vão ser os próximos dias, os Sindicatos da Frente Sindical, colocando os interesses das populações afetadas nos seus meios de comunicações, acima dos interesses dos trabalhadores, decidiram suspender a greve" marcada para 09 de dezembro.

No entanto, salientam que a mesma "será reagendada em função das condições climatéricas e do decorrer do processo negocial salarial e da situação dos planos de saúde".

"Nos momentos mais difíceis surgidos em função das situações imprevistas, os sindicatos têm a responsabilidade de tomar as decisões em conformidade", sublinham.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Telecomunicações e Audiovisuais (SINTTAV), o Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telecomunicações (SNTCT), o STT - Sindicato dos Trabalhadores de Telecomunicações e Comunicação Audiovisual (STT), a Federação dos Engenheiros e o Sindicato de Quadros Das Comunicações (Sinquadros) tinham entregado um pré-aviso de greve de 24 horas para sexta-feira, pedindo aumentos salariais.

O pré-aviso de greve impactaria as empresas Meo Serviços de Comunicações e Multimédia, Altice Portugal, PT Cloud e Data Centers, Altice Labs, PT ACS - Associação de Cuidados de Saúde, Fundação Portugal Telecom, Portugal Telecom Data Center, PT Contact e PT Sales, Tnord, Sudtel, Field Force Atlântico e Winprovit.

As cinco estruturas sindicais tinham convocado concentrações junto aos edifícios da Altice em Lisboa, Porto, Funchal e Ponta Delgada, as quais foram agora suspensas.

pub