`Startup` inglesa que criou programa para carros autónomos vence concurso

| Economia

A `startup` inglesa Wayne, que criou um programa para carros autónomos, venceu hoje o concurso para estas empresas em fase inicial na cimeira de tecnologia Web Summit, em Lisboa, divulgou o júri.

O anúncio foi feito pelo júri do `pitch` (breve apresentação de uma empresa com apenas três a cinco minutos de duração) no palco principal do evento, na Altice Arena, depois da final de hoje, entre três companhias de um total de 168 de 40 países que concorreram.

Para a decisão contou, além do veredicto dos jurados, as votações dos participantes no evento, através da aplicação para telemóvel da Web Summit.

A Wayve é uma empresa de fase inicial criada por jovens da instituição inglesa de ensino superior Cambridge University, que desenvolveram um `software` com inteligência artificial para aplicar em carros autónomos.

A Web Summit termina hoje no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), sendo esperados mais de 70 mil participantes de 170 países naquela que é a terceira edição de 13 previstas em Lisboa.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo Web Summit nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Portugal e desde essa altura terá gerado um impacto económico de mais de 500 milhões euros.

Inicialmente, estava previsto que a cimeira ficasse por apenas três anos, mas em outubro deste ano foi anunciado que o evento continuará a ser realizado em Lisboa por mais 10 anos, ou seja, até 2028, mediante contrapartidas anuais de 11 milhões de euros e a expansão da FIL.

Tópicos:

Altice Arena, Web Summit,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.