Thomas Cook deixou dívida de 4,8 milhões de euros no Algarve

por RTP

A falência da Thomas Cook, o segundo maior grupo turístico na Europa, deixou uma dívida de 4 milhões e 800 mil euros às empresas portuguesas que operam no Algarve.

De acordo com o Dinheiro Vivo, o valor da dívida foi apurado junto dos 30 empresários, que participaram este sábado numa sessão de esclarecimento sobre como agir após a insolvência do operador britânico.

Na reunião foram também debatidos os procedimentos a adotar pelas empresas lesadas face aos créditos existentes.

Foram ainda apresentadas as linhas de apoio à tesouraria, um instrumento financeiro lançado ontem pelo Governo e que disponibiliza até 1,5 milhões de euros por empresa.
pub